segunda-feira, 17 de junho de 2013

Resenha - Aniversário 11 anos Dark Side Produções

Social Decay
Era noite de aniversário... 11 anos de estrada, mais de uma década dando espaço a bandas iniciantes ou consagradas. A Dark Side Produções mais uma vez propôs o palco para um espetáculo e as bandas não deixaram por menos, fazendo com que o público presente estivesse envolvido no show. Reunindo pessoas de Volta Redonda, Vassouras, Resende, Barra do Piraí e até mesmo do Rio de Janeiro, mais precisamente da Tijuca, era dado início a festa com a abertura já insana do Social Decay, que faria, ou melhor, fazem, cover do System Of A Down. Particularmente confesso que não gosto da banda SOAD, mas o Social Decay desempenha muito bem o seu trabalho,  encarando o palco como um momento crucial de mostrar o que sabem fazer na música. Tornam o envolvimento do público algo insano, que faz a integração com a banda e juntos, o frenesi toma conta, desfilando pelo set do SOAD com a galera entoando qualquer refrão. Raphael Heros, Lucas, Luiz Felipe e Cegonha desempenham muito bem a função, expondo aos ouvintes, toda a temática de críticas sociais, política e humanista. Ao que eu soube, a banda pretende desenvolver o seu trabalho autoral e certamente, imagino um resultado grandioso.
Hollywood Suicide

Vem então ao palco a banda de São José dos Campos/SP, Hollywood Suicide, que detonaria seu hard rock influenciado por Led, Guns, AC/DC e outros mais. A banda deu continuidade ao agito do público, sob o comando do vocalista Rocker, foi bom perceber guitarras duelando, bateria marcando o ritmo e baixo com bom destaque. O clima então se fez de festa e puderam detonar alguns covers que manteve elétrica a platéia, assim como levaram seu som autoral. Eu pouco conhecia da banda, mas fiquei feliz em ver aquela apresentação. Acho inclusive que bandas hard rock e heavy tradicional estão em falta, ao menos de visibilidade atualmente. O Hollywood Suicide teve seu clipe All Night Long veiculado pela MTV tem seu cd oficial "Take your heart" já lançado. Agora é continuar ganhando a estrada! Entre cada intervalo entre as bandas, eu circulava pelo Clube, panfletando junto aos brothers Tobias, Giuliano e Alex e também a Mari, sobre o próximo e brutal evento que virá, dia 29/06. 

Brazilian Maiden
A produção, Dark Side circulava a todo instante cuidando do andamento e dando suporte as bandas. Entra então o que a maioria esperava para conhecer de perto. Era a hora do Brazilian Maiden subir ao palco e enlouquecer os maidenmaníacos, com os tradicionais clássicos da Donzela de Ferro. Particularmente não curto o recente Iron há um bom tempo, mas é notório que os clássicos da banda sempre movimenta muito ao vivo. Cada acorde de guitarra, cada refrão, o baixo destacado, tudo se faz intenso e assim não há público que fique parado. E assim foi com o Brazilian Maiden. O carisma da banda foi um ponto chave também, com um set muito bem conduzido e o vocalista soube muito envolver o público. Não há mesmo muito o que descrever quando se conhece os clássicos e quando estes são muito bem executados. A banda soube cativar e envolver e quando em ação, foram intensos. Em um dado momento, é solicitado pela banda a presença no palco de "Madame Dark Side" hehe, ou seja, Rosana Reis, da Dark Side Produções. E ali, merecidamente a banda prestou uma homenagem e tornou a festa realmente um presente a todos. Pareciam todos felizes. 11 anos de produções que bem ou mal só vem se aprimorando e não é nada fácil. Meus cumprimentos e parabéns vão não somente a Rosana, mas ao Marcelo Antonio que é a própria figura do rock na região. Um cara merecedor de reconhecimento, ainda que possam haver falhas em algum momento de evento. 
Brazilian Maiden
Afinal, mesmo nas grandes produções gringas, fazer o ao vivo é correria mesmo, é underground e merece respeito. Parabéns Dark Side e bandas. Bom, não posso deixar de citar que acompanho essa batalha e busco apoiar, mas também não encubro algo que possa ter sido correria. Infelizmente a banda Thorns Of Heaven que fecharia o evento não pode se apresentar, devido a tempo excedido. Não foi algo bom, mas a banda não tem qualquer culpa disso. Quem já viu apresentação da banda sabe que mandam bem e o tributo ao Megadeth será honrado. Faço deste espaço o meu apoio ao Dave Cigano, vocalista da banda que numa nobre atitude, ainda que ficasse triste, soube entender com maturidade. A você meu amigo, o meu apoio sempre. Então, ainda incluo aqui a participação do amigo DJ Lost Zone, o Bruno, que colocou a galera  no segundo ambiente por conta da Electronic music. Somado tudo, mais um evento satisfatório que deu mais um passo a buscar o melhor e incansavelmente, fez mais um pouco de história metálica na região. Feliz aniversário Dark Side Produções \m/

2 comentários:

  1. Aaaaa Tijuca Maiden!!!!

    ResponderExcluir
  2. Tijuca Maiden marcou presença mesmo, foi bonito!! Sejam sempre bem vindos!!

    ResponderExcluir