sábado, 17 de maio de 2014

Peter Steele - Type O Negative


Muita gente gosta de julgar o músico pela sua performance de palco ou pelas coisas que acontecem com ele, onde a mídia só retrata o “bafão” e não os porquês das coisas, natural para ganhar ibope, e natural do ser – humano também.


Bom, mas não vim aqui hoje para filosofar sobre a mente humana, vim falar um pouquinho de um cara que fui/sou fã desde meus 14 anos, olha faz tempo hein, falo de PETER STEELE – Type O Negative e outras bandas.

Peter nasceu em 04 de Janeiro de 1962, seu nome de batismo era Petrus T. Ratajczyk, faleceu na cidade de Nova York em 14 de Abril de 2010.


Peter nunca  se casou ou teve algum relacionamento sério com alguém, não deixou filhos, apenas sua irmã. E tinha uma grande amizade com a vocalista do Lacuna Coil – Cristina Scabbia.


Peter foi o vocalista, baixista e principal compositor da banda de Doom Metal Type O Negative. Antes de fazer parte deste grupo, tocou nas bandas Fallout e Carnivore. 

Como líder dos Type O Negative, Steele era conhecido por seu visual vampírico, o vocal baixo-barítono e um senso de humor auto depreciativo. 
A sua altura, cerca de 2,04 mt, juntamente com o seu aspecto e voz profunda, davam-lhe uma presença forte em palco. As letras que escreveu para as canções da banda frequentemente apresentam caráter pessoal, tratando de temas como o amor, o sexo, o suicídio e a política. 

Peter Steele nasceu em Brooklyn, Nova Iorque, numa região habitada por imigrantes poloneses, escoceses e russos. 

Antes de começar a fazer turnê junto ao Type O Negative, ele trabalhou para o 'Departamento de Parques de Nova Iorque, dirigindo caminhões de lixo e rolo compressores e como guarda florestal. 


A sua maior paixão relatada em um vídeo que foi feito em turnê da banda, era pela natureza e animais. Peter possuía 4 gatos em sua casa. Quando o Type O Negative assinou com a Roadrunner Records, Steele assinou o contrato com uma mistura de seu sangue e sêmen.

Steele foi capa de uma edição de 1995 da revista americana Playgirl. Após saber por meio de Kenny Hickney, seu companheiro de banda, que apenas 23% das revistas vendidas foram adquiridas por mulheres, Steele se arrependeu de ter posado nu e mais tarde fez referência a isso em uma música intitulada "I Like Goils", do álbum Life Is Killing Me.
Em 2005, o Type O Negative saiu da Roadrunner Records. O motivo para a saída da banda foi, de acordo com Steele, o lançamento de uma coletânea (The Best of Type O Negative) sem a autorização do grupo. 

Nesse mesmo ano ocorreu boatos que ele havia morrido, por ter sido preso com porte de drogas. 

Hoje ainda muitos fãs ainda se questionam se é verídica o falecimento dele, e não mais uma invenção da mídia como 2005.

Peter sofria de uma coisa que hoje foi intitulada com uma doença emocional, o qual chamam a doença da alma, distúrbios de neurotransmissores ou nossa conhecida Depressão. 
Mas fazia uso de outras drogas e bebidas, junto com os medicamentos, os médicos acreditam que esse foi o motivo de sua morte, pois, alguns antidepressivos e controladores emocionais misturados a bebida, causa esse efeito.

Enquanto lutava contra muitos demônios em sua vida, ele derramou suas emoções em criações líricas que faria você chorar, gritar ou rir. 
Junto com a música sagrada, Peter teve que capacidade de traduzir o amor , o ódio , o medo e a tristeza em notas musicais que poderiam trazer até mesmo o homem mais forte de joelhos em reconhecimento de seus sentimentos. 

Do seu legado musical, aprendemos a sentir e expressar emoções profundas confrontado com uma batida de condução e de voz forte , gritando as mesmas palavras que gostaríamos de pronunciar.

Mas foram os fãs que compreendiam Peter. Foram os fãs que compreenderam seu humor auto- depreciativo, o seu amor de uma boa piada (mesmo quando estava era de si mesmo ), sua personalidade brincalhona no palco , e seu jeito sarcástico, analítica de olhar para o mundo que só Peter poderia colocar em palavras. 

A família agradece aos fãs adoradores, os amigos de longa data, os músicos incríveis que enfeitaram a presença de Pedro e os fotógrafos e artistas que capturaram sua semelhança e beleza para cada palavra gentil , ofereceu a oração, bela carta , abraço gracioso, e uma recompensa de apoio durante este tempo horrível. 
Você sabe quem você é e sempre vamos abraçá-los por isso.

Peter Steele on the Jerry Springer show (Clique Aqui) 


Seus colegas e amigos de banda deixaram depoimentos sobre sua morte: 

Josh Silver (tecladista da banda, formado em medicina também) :
"Pedro, minha fonte inesgotável de frustração, (como eu sou seu ) que você realmente fez isso neste momento. Você mudou e tocou incontáveis vidas através da música , comédia e honestidade , muitas vezes brutal. Você fez a vida interessante e irritante e eu não poderia imaginar não ter conhecido você por 37 anos . Ele ainda não é verdade em minha mente, mas com o tempo vou sentir sua falta e a criação que todos nós suportou juntos. Nós certamente discordávamos constantemente e acredito ( e espero ) que todos nós aprendemos uns com os outros . Devo chamá-lo de meu irmão, amigo ou vizinho ? Eu só posso chamá-lo de Pedro ( e, geralmente, depois de duas horas ) . Nós rimos de nós mesmos mais vezes , em seguida, eu posso contar. Conhecer os seres humanos são criaturas absurdas e sei que se divertia com o fato. Vou sentir saudades no tempo, mas , neste momento, a sua partida prematura parece surreal e tem me irritado para fim. Embora eu nunca te disse que eu abrigar um profundo respeito por você, eu faço. Adeus, meu amigo. "

Johnny Kelly : (baterista) 
"É impossível para mim colocar em poucas palavras o que estou sentindo no momento, Peter . Eu não tenho certeza se eu deveria elogiar ou fritar você . Tanto o bem e o mal , fomos em um inferno de um passeio juntos e, infelizmente , o passeio chegou ao fim. Você realmente era uma pessoa única. Sua música tocou muitas pessoas. Incluindo eu. Se estava falando sobre os Beatles, ferramentas elétricas, como Plutão deixou de ser considerado um planeta ou de me chamar às 3 da manhã me perguntando se dirigir à sua casa para ter uma briga com você, você sempre manteve interessado. Foi um privilégio ter sido seu colega de banda . É algo que eu sempre vou amar. "

Kenny Hickey : (guitarrista e back vocals) 
" Peter Steele foi uma das personalidades mais brilhantes e engraçadas na música e que era tudo verdadeiro. Metade do tempo as pessoas pensavam que ele estava brincando , mas ele estava realmente dizendo a verdade. Parte de mim morreu com ele " .





Eu, Andréia Capraro, que está redigindo essa matéria, vocalista contralto e grunts da banda C4FIGHTER, vou deixar meu recado pessoal. Acompanho a banda desde meus 14 anos de vida, isso já faz muito tempo, quando recebi o recado de um colega que Peter havia falecido, no ano que eles viriam ao Brasil, meu mundo desabou, sonhei várias noites que eu o via, assistia shows dele, e do nada ele desaparecia, eram apenas bonecos. Foi duro aceitar o falecimento dele, nunca imaginei como era perder um ídolo, é muito estranho, é como se você conhecesse e convivesse com a pessoa a anos, e ela ne sonha que você existe, e você chora por dias. Tenho muitas coisas em comum com Peter na parte sentimental e saúde e fiz dele meu ídolo. A maioria das letras que escrevo, faço como ele, coloco minha alma e o que estou sentindo no momento. Se há vida após a morte, espero pelo menos encontra-lo do lado de lá. Ele terá eternamente minha admiração e carinho e respeito por tudo que ele foi e para mim continua sendo. Não haverá outro igual a você Peter!

Um comentário:

  1. Parabéns,Andreia!Excelente matéria!Tenho pessoas próximas que sofrem de depressão e sei o quanto é difícil!Mas nessa hora saem as melhores músicas,por mais contraditório que possa parecer
    !

    ResponderExcluir