domingo, 13 de janeiro de 2013

Resenha Metal Rock Fest 3



"Metal Rock Fest 3 entra pra história como um dos melhores eventos underground locais realizados". Acho que não dá pra começar este resenha de outra forma. Pouco antes do início do evento, desabou uma chuva legal, mas que não foi suficiente para afastar o público, que compareceu em grande número. Já devidamente credenciado, era a hora de entrar e conferir o backstage. Lendas da cena metálica local estavam ali presentes rsrs. O evento foi organizado pela Dark Side Rock, nas pessoas de Rosana e Marcelo, juntamente com a parceria de Alex da Black Legion Productions. Ao chegar ao local do evento, encontrei o Tobias Junior, que organiza o Rock Metal Fest em  Barra do Piraí/RJ, no comando do som e isso já dava uma boa expectativa. Nesse momento, o Ancestral Malediction estava passando o som. O público foi entrando e os encontros pras tradicionais conversas e fotos foram acontecendo. Tudo ajustado, sobe ao palco a primeira banda, Social Decay (que também é nome de uma banda de New Jersey), que faria seu set baseado em covers do System Of A Down. Confesso que SOAD não é minha praia, mas o Social mandou muito bem e começou aquecendo o público muito bem. O público correspondeu e assim iniciou o que seria uma noite de muito 'bate cabeça'. O bom de se estar um evento, curta você ou não o som, alí você está entre amigos, está fortalecendo a cena metálica, criando novas possibilidades. O tempo das bandas foi algo que funcionou de forma como deve mesmo ser num show: tempo determinado e com horários a se respeitar. Intervalos pequenos entre as bandas, o que proporciona a não perder o pique do agito do público. Vem ao palco a segunda banda, o Black Wizard, de Itatiaia/RJ, formada em 1997. Que boa surpresa foi ver a banda em ação. Uma qualidade num trabalho que levantou a galera novamente e espero ter em breve algum material d abanda rolando na programação da Quality Music Web Radio. A banda tem influências de Sepultura, Pantera, Slayer, Metallica, Iron Maiden, Sentenced, Machine Head, Six Feet Under mas com característica própria em seu som. Mandaram bem e espero ver novas apresentações. Intervalo novamente, hora de circular rapidamente pelo local para novas fotos e as conversas, constatando que a galera curtia muito o que estava rolando. É muito bom você num evento desse estilo com uma aparelhagem de qualidade, público interagindo e bandas mandando bem. Hora de todos se ajeitarem, sobe ao palco a banda Ancestral Malediction, de Tremembé, São Paulo, formada em 1994. A banda veio destilar seu death metal e então, o quarteto está pronto para começar. O público juntou e eu não perderia essa. Junto com alguns integrantes e amigos da banda Hemorrhage, nos posicionamos na primeira fila e dali atestamos a brutalidade da banda. As rodas de agito tomaram conta. Um trabalho muito foda, que realmente merece e precisa de espaço cada vez maior. Death metal de extrema qualidade, vindo de uma banda que demonstra humildade,  simpatia e acessibilidade aos que desejam conhecer o seu trabalho. Realmente impressionaram! A cada novo petardo, bater cabeça era inevitável, não havia como ficar parado um só instante, a não ser quando fica e boca aberta com certas passagens. Fernanda, a baixista foi outra que me impressionou muito com seu estilo de tocar. Putz, confesso que cada acorde de seu baixo era para ficar gravado em nossa memória. O Ancestral Malediction baseia seu set em músicas próprias e realmente, recomendo a conhecerem bem o trabalho da banda. Cheguei a comentar que parecia que o show foi curto, de tão bom que foi. Pancada na orelha!! E tudo seguia muito bem, principalmente com o público que curtiu demais e parece que não havia motivos para algo a reclamar mesmo hehehe. Terminado então a apresentação do Ancestral, veio ao palco a última banda a se apresentar, o Thorns Of Heaven, que faria sua apresentação com um tributo ao Metallica. Por sorte, as músicas do set foram da época mais antiga do Metallica e assim, galera cantou junto com a banda e agitou bastante, isso já altas horas da madrugada. Durante tudo isso, eu percebia o pessoal da segurança circulando pelo local e com certeza, não tiveram trabalho no sentido de confusão. Geral que curte metal é assim, vão pelo evento e não importa outra coisa que não seja o som e os amigos. A organização a todo instante também circulando para conferir os pormenores, sendo tudo muito bem ajustado. Encerrado o evento, devido a altas horas, muitos ficaram por ali no bate papo, no lanche, na conversa e como sempre, numa conversa muito divertida. A parceria foi firmada e fortalecida. Cada vez agrupando mais gente, com cada um trazendo uma colaboração para a montagem de um novo evento, que ficou determinado (a se confirmar, para o dia 02/02). A Quality Music Web Radio agradece e parabeniza mais uma vez a Rosana, Marcelo, Alex, Tobias e as bandas, esperando que a banda convidada Ancestral Malediction tenha curtido bastante a passagem aqui pela região.

https://www.facebook.com/events/517157431648443/?fref=ts

7 comentários:

  1. Cada um faz aquilo que sabe melhor e o Vanderley arregaça nas palavras! Ótimo texto e descrição absurdamente real do evento! Muito bom!

    ResponderExcluir
  2. gostei pra caramba veio...até parece que eu estava lá batendo cabeça..rssrsr massa...ver a cena assim é muito bom. Parabéns Alex e boa sorte para os demais festivais.

    ResponderExcluir
  3. Só pelo comentário percebe-se como ficou ótimo o evento. Parabéns a equipe organizadora. Felipe Soares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero vc no próximo Felipe! Será um prazer recebê-lo!

      Excluir
  4. Dia 02 tem evento da minha banda tocando tributo ao filme rockstar (steeldragon) e clássicos do hard rock e um pouco de metal.
    Se for mesmo nesta data, será um pena.
    Abração
    Att.
    Necas

    ResponderExcluir